Fique por dentro Acompanhe todas as novidades que a Jandaia busca pra você, aqui no nosso blog!

NOVIDADES

18 fev 2014
O melhor caderno do Brasil é da Jandaia! E é destaque na Revista da Papelaria deste mês!
O melhor caderno do Brasil é da Jandaia! E é destaque na Revista da Papelaria deste mês!

Mais uma vez o caderno da linha O Pequeno Príncipe foi premiado. O 23º Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini é da Jandaia pela segunda vez! E reforçando essa importante conquista, a Revista da Papelaria de fevereiro/2014 fez uma matéria completa a respeito do feito. Confira o texto na íntegra logo abaixo:

 

Caderno premiado para o volta às aulas 2014
Ele é pé quente: pela segunda vez a Jandaia conquista o prêmio de excelência gráfica com o personagem O Pequeno Príncipe.
Por Gabriel Carrara

 

Com três representantes na final do 23º Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini, a Jandaia teve seu caderno da linha O Pequeno Príncipe escolhido como o melhor em 2013. Concorrendo na categoria de cadernos escolares espiralados, o produto lançado no mesmo ano rapidamente se tornou um sucesso da indústria gráfica e de vendas.

Essa é a segunda vez que o personagem rende à Jandaia uma premiação, já que em 2009 seu caderno plus também se sagrou vencedor. A empresa chegou Pà finalk com os cadernos light Max Steel, Mila e O Pequeno Príncipe, e concorreu acom outros dois cadernos do segmento plus da Tilibra. “Para nós, este prêmio é muito importante, pois atesta a qualidade que primamos no momento da concepção e impressão das nossas coleções”, afirma Fabrício Pardo, gerente de marketing da empresa.

A história da Jandaia com O Pequeno Príncipe começou em 2007, quando a empresa decidiu lançar sua linha de produtos inspirada no livro de 1943, que até hoje se mantém na lista dos mais vendidos. Sua grande aceitação e penetração entre diversos públicos mostraram à Jandaia que havia um grande potencial a ser explorado na criação de cadernos.

“Como livro, ele esteve sempre na ativa, mas identificamos um negócio que estava adormecido. Nosso papel foi transformar essa oportunidade em produto, respeitando a marca e suas mensagens positivas. É um personagem clássico, antigo e romântico, com aceitação em toda a família, da mãe, aos filhos”, conta Fabrício.

Para conquistar o prêmio Fernando Pini, o caderno aliou o apelo de um personagem que ultgrapassou gerações a processos diferenciados em sua produção . A coleção do volta às aulas 2014 possui quatro capas, com encarte para montar, planejamento, separador e miolo decorado. No verso, um QR Code permite ao comprador entrar no site de O Pequeno Príncipe, onde ele tem benefícios para interagir com a marca.
Como se trata de uma marca conhecida e internacionalizada, existe um guia de estilo que a Jandia precisou seguir, indicando imagens, tipografia e aspectos gráficos que o produto deve obedecer. A partir dessas indicações, a equipe de produção tem condições de transformar informações em um caderno. “Temos de tomar cuidado para ver o que a marca representa, quais são seus valores. Para você ter sucesso no design, é preciso entender a essência do personagem, respeitando e falando a mesma língua do romance”, explica Fabrício.

Atualmente, o produto apresenta um crescimento de 20% ao ano, segundo Fabrício. Até começar a circular eentre papeleiros, em setembro de 2013, o produto passou por uma s´serie de etapas de lançamento e relacionamento. Apresentado em junho, o produto cumpre um ciclo de lançamento até chegar à gôndola para o consumidor final.

“Primeiramente, apresentamos à nossa equipe de vendas, em um hotal, onde departamentos, diretores e representanets participam. A partir dessa apresentação é feito um showrrom para representantes. Em seguida, um material didático é elaborado para toda a equipe de vendas. Ao final, escolhemos seis regiões de destaque para fazer ações de relacionamento com clientes e representantes de cada região”, diz. Elaborado para o volta à aulas 2014, o produto é mais uma novidade que o papeleiro pode agregar ao seu mix e aproveitar ese momento aquecido do mercado.